Dicas de Subwoofer e projeto de som de qualidade

Um SubWoofer trabalha em Sub-freqûencias ( 20 a 1000 Hz), em baixas impedâncias, em caixas geralmente com baixo volume acústico, e a origem do nome se deve a sua reprodução de som estar abaixo da reprodução dos woofers.

A borda emborrachada permite uma maior excursão e também possui uma bobina de maior altura.
É indicado para reproduzir sons de bumbo de bateria, contrabaixo, baixo eletrônico, e musicas com graves.

O Subwoofer deve atender as necessidades do amplificador e vice-e-versa.

Se o amplificador fornece 120W RMS, na ligação bridge*, utilize um SubWoofer que suporte entre 150W a 200W RMS (como os Subwoofers Blackbird), se for utilizar 2 SubWoffers, deve-se dividir o valor que o amplificador suporta, ou seja, neste caso para este amplificador, os subwoofers devem ter no máximo 100W.
Importante também verificar a impedância, a maioria dos amplificadores aceitam em sua ligação bridge um mínimo de 4 Ohms, se for utilizar 2 ou mais, deve-se fazer a divisão para chegar em torno de 4 Ohms.projeto-alto-falante-com-sub

Na imagem podemos ver um exemplo de um sistema de qualidade para um som automotivo.

Esse exemplo mostrado tem como objetivo a qualidade de som para os ocupantes do automóvel.
Esse sistema já é eficiente para o motorista e passageiro, e pode gerar a sensação de palco sonoro, (trabalho feito pelo tweeter).
Os alto-falantes traseiros devem ser escutados pelos ocupantes dos bancos traseiros, (tornando-se opcionais nesse projeto).
O Subwoofer deve ficar posicionado no porta-malas, os subgraves são sons bidirecionais, ou seja, mesmo o subwoofer estando no porta-malas, à qualidade do som fica tão boa, que fica difícil identificar de onde vem o som exatamente.

*Bridge: A ligação em “bridge”, ou ponte, é a ligação que se faz em um amplificador para impulsionar um falante de graves (geralmente subwoofer), que vai trabalhar em mono, a partir de dois canais estéreo.